Cientistas nas Escolas

Ciência di Noz Manera – 3ª edição

No ano letivo de 2023/2024, estamos a trabalhar com duas escolas identificadas pelo governo português como Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP) – a Escola Dr. Azevedo Neves, na Amadora, e a Escola Alto do Lumiar, em Lisboa. O público-alvo deste ano serão novamente estudantes do 8º ano.

À semelhança da 2ª edição, o programa Ciência di Noz Manera (CNM) está organizado em três fases:

  • Fase I – Seminários nas Escolas (1h30): conduzidos por cientistas da Fundação Champalimaud (FC) e do Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes (iMM). Realizados durante o mês de janeiro e geraram entusiasmo tanto em estudantes como professores/as.
  • Fase II – Oficinas científicas práticas nos institutos de investigação (3h): os/as cientistas organizam experiências práticas nas suas próprias instituições. Estas oficinas acontecerão durante o mês de Fevereiro.
  • Fase III – Sessões de Mentoria nas Escolas: seis sessões de 90 minutos cada na escola. Os/as cientistas orientam sessões de mentoria com pequenos grupos de estudantes (quarto-cinco estudantes por cientista), guiando-os no desenvolvimento de um projeto numa área do seu interesse. Estas sessões irão realizar-se ao longo dos meses de Abril, Maio e Junho.

Aqui estão alguns bons momentos da Fase I:

Financiado pela Comissão Europeia. A visão e as opiniões são, no entanto, apenas do(s) autor(es) e não refletem necessariamente as da Comissão Europeia. Nem a União Europeia nem o financiador deste projeto podem ser responsabilizados.